A Integração Lavoura Pecuária (ILP) é uma estratégia muito adotada por agricultores que desejam recuperar a capacidade reprodutiva dos solos assim como potencializar a produção de grãos e pastagens.

Contudo, são poucos os que realmente conhecem esse sistema e todos os benefícios que ele é capaz de gerar, ou ainda por onde começar a implementar a ILP. Pensando nisso, separamos nesse post algumas informações importantes sobre o assunto. Confira!

Por que implantar o sistema ILP?

O pecuarista ou agricultor que seguir esse sistema tem muito mais chances de se consolidar no mercado. Isso porque ele oferece inúmeras vantagens:

·         Diminui a necessidade de insumos externos

 Para começar, a ILP reduz a necessidade de adquirir insumos externos para a propriedade, já que na mesma área ele pode garantir todo o alimento para o seu rebanho. Seja com grãos, pasto renovado ou silagem. Além disso, por meio desse sistema também é possível:

·         Melhora a qualidade biológica e física do solo

Com a implantação da ILP, há um aumento da matéria orgânica, o que facilita a infiltração de água bem como o crescimento das raízes e de microrganismos benéficos, melhorando a qualidade do solo.

·         Melhora a fertilidade do solo

Esse sistema promove correções químicas no solo e, juntamente com as adubações para o cultivo das lavouras, consegue aumentar a fertilidade do solo. Assim, há uma oferta maior de nutrientes residuais para o pasto, que ganha em qualidade e produtividade.

·         Reduz custos

Com a melhora na produtividade das lavouras bem como das pastagens, o agricultor ou pecuarista tem seus custos de produção reduzidos.

Por onde começar a ILP?

O produtor rural que pensa em implantar a ILP deve procurar um consultor técnico para planejar previamente o empreendimento.

O ideal é que ela seja implementada por quem já é agricultor, pois todo o investimento que deve ser feito na lavoura já existe, devendo ser apenas melhor trabalhada, respeitando todas as etapas e executando-as no momento adequado.